Search Our Site

Register
A radiônica é a ciência que estuda os campos de interação entre as pessoas e seus ambientes e os processos energéticos envolvidos, reconhecendo que a matéria, a energia e a mente estão perfeitamente interligados. Assim como o som é uma vibração que pode ser amplificada, a mente também envia vibrações que podem ser amplificadas, neste caso pela mesa radiônica.

Segundo David Tansley, o tratamento radiônico, é um conjunto de instruções codificadas, destinadas a serem absorvidas e a agirem sobre os vários campos de energia de uma pessoa, de modo a possibilitar que um estado de harmonia e saúde se manifeste no corpo físico.
Em radiônica, as formas são amplamente utilizadas. Todas as formas visíveis e não visíveis tem um campo de energia a seu redor, exercendo influência no campo formado.

COMO FUNCIONA ESTE MÉTODO TERAPÊUTICO?
Atuando em uma mesa radiônica com um pêndulo, se pode enviar vibrações sutis para uma pessoa, lugar ou objeto, através de um testemunho. 
Através dos símbolos impressos na mesa, o método permite que possamos escolher e atrair o que é melhor para a pessoa com consciência. É uma maneira eficaz de ajustar os campos de energia, equilibrando a área sentimental, a saúde e o trabalho. 
Trabalha no desbloqueio de medos, influências do campo eletromagnético da Terra, influências espirituais, auxiliando na mudança de crenças e padrões de comportamento, entre outros.

HISTÓRICO
Em 1922, o Dr. Albert Abrahams, publicou o livro A ciência da radiestesia médica, neste alega que o corpo humano emite radiações de alta frequência captáveis pelo pêndulo. Com este método é possível a detecção, diagnóstico e tratamento de doenças. Cada órgão tem sua vibração de saúde ou desequilíbrio. O Dr. Albert Abrams, demonstrava a seus alunos o resultado de suas pesquisas.
Em um experimento, percutiu o abdômen de um jovem são, obtendo sons ocos, característicos de abdomens sadios. Depois percutiu o abdômen de um jovem com câncer no estômago e obteve sons surdos, também característicos da doença. Em seguida uniu os dois jovens através de um aparelho com eletrodos e percutiu novamente o abdômen do jovem sadio, mas ao invés de sons ocos, ouviu-se sons surdos, com este experimento o médico demonstrou que uma pessoa sadia poderia ser utilizado como instrumento diagnóstico. Este médico utilizava equipamentos que ele mesmo desenvolvia para curar pessoas através de emissões vibratórias.
Nascia assim, oficialmente, a ciência de radiestesia médica e da radiônica. Mais tarde outros instrumentos radiônicos foram criados até se chegar às mesas radiônicas, onde as formas são amplamente utilizadas.